OZ 035 – Cinema: Oscaritos 2013!!

Ovo Zumbi 30/01/2013 19
OZ 035 – Cinema: Oscaritos 2013!!

Fala pessoal, hoje vamos dar uma pequena pausa no especial de Zumbis para no Zumbipoca de hoje falarmos um pouquinho do maior evento do cinema de Hollywood, o Oscar.
Então Juliano LopesRogério Passos vão falar sobre alguns dos indicados e dar as suas singelas opniões…
 Continue Lendo...

Items comentados neste episódio:

Nossas andanças pela podosfera:

Avisos:

  • Oficina de Férias é um evento que esta acontecendo no Rio de Janeiro que são cursos voltados para o universo dos quadrinhos, esta ocorrendo de 28/01/2013 até 02/02/2013.

 

Oficina de Férias

 

Entre em contato:

Não se esqueçam de deixar seus comentários, opiniões, sugestões, reclamações e qualquer outra coisa que achar importante. Nos ache por aí também via:

  • Radoc Lobo

    Fala galera.

    (prevejo um comentário grande)

    Primeiramente, gostaria de dizer uma coisa sobre criticuzinhos de cinema. Ta ficando chato pra caramba gente que reclama do Michael Bay, por causa de transformers e battleship.
    Não sei como é a opinião fora do Brasil mas, os brasileiros não entendem os filmes e ficam falando mal.

    E antes que alguém diga que esse negócio de “não entendeu o filme” é coisa de fanboy.

    Um diretor que coloca bolas em um robo gigante em cima de uma piramide e apresenta um herói com um video conhecido como “o pior ladrão do mundo” (no youtube), está dizendo claramente: Não leve esse filme a sério.

    O Michael Bay faz histórias simples, para chamar atenção para o visual que é uma masturbação visual fantástica, feita pela Industrial Light & Magic que é a empresa de efeitos efeitos especiais que coloca o pau na mesa e diz “We have a Hulk”.

    Por sinal, eles disponibilizam no youtube videos de making of de como alguns efeitos e cenas são feitos. Procurem pelo canal da ilm.

    http://www.ilm.com/

    Agora, sobre o Oscar.

    2012 foi um ano difícil para mim, acabei não assistindo muita coisa por causa da depressão que entrei devido a separação dos meus pais, mas essa é uma longa história que não cabe para esse cast.

    Mas semana passada vi o filme A invenção de Hugo Cabret (nome original “Hugo”) e o Sasha O Ditador Borat Cohen fez muito bem um papel sério na história, fiquei surpreso com isso.

    A versão BR dos títulos devem estar mais próximas ao original agora as reclamações são muito mais barulhentas e as empresas não vão querer perder publico por causa de tradução mal feita.

    Ficarei surpreso quando os filmes de oscar passarem a estrear aqui no mesmo dia da estréia americana (ou no mesmo mês).

    Não gosto muito da categoria “melhor animação” pois acaba diminuindo a possibilidade de uma animação ser feita para adultos, como são algumas animações japonesas e cutscenes de jogos.

    Sobre os filmes.

    Falarei brevemente (ou não) sobre eles

    Gostei do filme Valente apesar da bruxa do filme sumir e puder ser facilmente substituida por alguma outra coisa amaldiçoada qualquer (pena que irmão urso ja usou uma aurora boreal).

    Detona Ralph é muito legal, mas eu esperava ver algum herói de videogame ficando mal e enfrentando o Ralph.

    Se fosse eu fazendo, colocaria o Sonic como vilão, revoltado por não ter tido bons jogos ultimamente.

    Piratas Pirados não me conquistou.

    Muitos disseram que “O Hobbit” ficou parecendo novela mexicana, o que me fez pensar que o SBT só compra as piores novelas de lá pq os 48 fps deixaram melhor o visual, para mim.

    Prometheus é muito bom graficamente, mas um cordão umbilical “desplugando” da mulher ainda me incomoda.

    Branca de neve e o caçador precisaca de mais alguns efeitos especiais pra fazer a mina do crepusculo parecer uma boa atriz.

    • jg_lopes

      Faaaaaaaaala Radoc!

      Bom, Michael Bay considero no geral um bom diretor, mas acho que, para mim, ele é meio overreacted no sentido dos CGI’s e composição de cenas. Também me irrita um pouco como ele pega personagens formados (como Optimus Prime), tridimensionais como um todo, e os torna mais unidimensionais e rasos. Não engulo mesmo o Optimus dele, hehe. De Battleship, é uma ótima coleção de efeitos explosivos … e morre aí, literalmente, haha.

      A desculpa do “não leve a sério” para mim se esvai quando ele pega algo tão presente na cultura pop e diz: “vou fazer um filme deles”, e começa a fazer estes pastelões. Tanto que após Transformers 2 ele pediu desculpas pelas piadinhas idiotas e personagens infames (mas não resistiu e acabou por voltar atrás com isso no 3, mas enfim …).

      Concordo que os CGI’s são majestosos, mas eu foco, sempre foquei muito no roteiro. Na verdade, em Transformers eu fico confuso BAGARAIO em algumas cenas, ele mistura tantas coisas, coloca tantos detalhes, tantos slow motions e bullet time que … sei lá, cansa e me faz perder o foco. Até gosto dos filmes por ter levado a franquia pro cinema, só gostaria que ele desse uma visão um pouco menos cartunesca a eles – para isso, já tínhamos os desenhos lá em 80, e os atuais também, que seguem mais ou menos nesta linha.

      Da versão BR, concordo, isso se reflete até em personagens sendo restaurados aos nomes originais. E das estréias, alguns até passam, mas realmente a maioria dos indicados (especialmente os de melhor filme), por algum motivo relativo da indústria mesmo sofrem este delay monstro.

      Quanto à melhor animação, depende pois você até pode fazer neste sentido, o problema neste caso é o diretor (e o roteirista principalmente) errarem feio o público e afundarem nas bilheterias, por isso vemos o caso mais certo, que é redirecionar ao público infantil, infanto-juvenil e eu!

      Dos filmes, bem interessante seus comentários Radoc. Brevemente:

      Valente – agreed, a bruxa foi uma personagem secundária que se perdeu fácil, mas acho (acho) que era essa a intenção, talvez por medo de desviar o enredo dos principais.

      Detona Ralph entregou o que eu queria mesmo, até entendo sua queixa (que é a mesma da maioria dos retrogamers), mas eu fico feliz que criaram algo que pode perdurar tendo os direitos de tudo aquilo de personagens … ou não. Ou seja, conseguiu ser legal e independente ao mesmo tempo.

      Piratas Pirados, adoro Wallace e Gromit, sou suspeito prá falar, haha.

      O Hobbit é espetacular, mesmo eu que não gostei dos 48 FPS me rendi … mimimi demais, o hiper-realismo não veio prá ficar (ainda), mas vai aos poucos se firmar. Aguardemos os próximos grandes blockbusters para ver se a aposta se concretiza.

      Prometheus, engraçado, é a ÚNICA cena que também me incomodou. Mas o resto, a fotografia principalmente, é um primor, gostei muito. E não achei o roteiro ruim não (ok, ok, tem furos, mas são “passáveis”), mas o final me frustrou um pouco, podiam ter estendido mais dali.

      Branca de neve é ruim, só isso. E é a Kristen Stewart, mesmo os efeitos por mais avançados que sejam, possuem seus limites né?

      Valeu pela “carta”, escrevi outra de volta, caraca …

      Abs!

      • Radoc Lobo

        Aparentemente, meus hábitos sao contagiosos.

        Eu entendo essas criticas ao M Bay, até concordo, porém ainda não considero ele um diretor ruim não.

        Mas acho muito injusto usá-lo como referencia de diretor ruim alguem que tem tanto lucro, enquanto Uwe Boll não paga nem 10% dos custos de produção das merdas que faz.

        • jg_lopes

          Não acho ele um diretor ruim não, o cara levou o Transformers prá TV, for Pete’s sake!

          Só realmente não me agrada as pobrezas dos roteiros que ele aceita ffilmar, personagens muito rasos. Se ele melhorasse este aspecto, considerando o quanto ele é bom em cenas de ação (tanto que exagera), acho que a mim ele agradaria mais. Ele apenas não é um dos meus diretores favoritos, mas garanto, ele contribuiu bem mais com o cinema do que eu, hahahha.

          Abs!

          • Bom pra mim o Michael Bay é o cara… adoro o jeito como explode as coisas… mas vamos imaginar ele tentando dirigir “A Lista Schindler”….. vc realmente acha que ele conseguiria alcançar o que o Spielberg conseguiu??

  • Radoc Lobo

    Só voltei pra postar o video que nao dava para pegar o link no meu trabalho

    http://www.youtube.com/watch?v=MnQLjZSX7xM

    E pra dizer pro rogerio que na historia dos crepusculo, tem lobisomem e outros vampiros para caçar os caras q não podem se camuflar.
    E humanos usam armas, damos um jeito de matar qualquer coisa.

    • jg_lopes

      Ok, vou aproveitar para ver!

      E concordo, duvido que um vampiro com o pescoço cortado continue pulando por aí, haha (eles dormem também, não? Então, foi aí que o Drácula se danou …).

      Abs!

  • leonardo leal

    Boa tarde.
    Este foi o primeiro podcast que ouvi de voces, maneirinho, apesar de cinema nao ser o forte de vcs, mas esta realmente bom e divertido, vou ouvir mais alguns e quem sabe ser um ouvinte comum de vcs. vlw

    • jg_lopes

      Faaaaaaaaaala Leonardo, keep going, vai ser um prazer.

      Mas, que mar lhe pergunte, se foi o 1o. eps que ouviu, pq vc teve essa impressão da gente? Just asking, dude!

      Abs!

  • Jalofe

    Sem comprimentos.

    Sei que vocês tem que colocar algo referente ao assunto, mas eu não gosto de Oscar.

    Explico.

    Esta porcaria tem categoria para um monte de coisa, mas quando o assunto é comedia eles ignoram, existe vários títulos muito bem escrito, e é lógico, outros nem tanto. Mas se comparar-mos tem filmes que não valem apenas ser anunciado e os críticos indicam para o Oscar. Deve ser o mesmo parâmetro para falar que livros viram besta-sela..

    Vocês não tem culpa, mas muitos fazem isso um grande show…

    • jg_lopes

      De onde vem TAAAAAAAAAAAANTO ódio no seu coraçãozinho, tranqueira? hahahaha

      Falando sério maninho: isto tem um porque. Por que você acha que Charles Chaplin revolucionou o cinema tantas vezes, e foi tantas vezes injustiçado? E recebeu apenas uma homenagem? É simples, a academia sempre viu ele apenas como um comediante (nada mais errado, ele era muito versátil, veja Luzes da Ribalta só para começar), e eles sempre acharam comédia algo mais “fútil” e por isso não digno de premiação.

      Concordo que temos muito lixo que se encaixa no gênero comédia (veja Opúsculo, Todo Mundo em Pânico do 2 prá frente, o novo Inatividade Paranormal …. não, pera, na verdade NÃO VEJA). Então acho que eles sempre tiveram este pé atrás de premiar este tipo de categoria. Jerry Lewis foi um gênio da comédia, e sempre ignorado pela academia.

      Quanto aos que não valem a pena ser indicados ao Oscar: o melhor exemplo é Amor, para este ano. É um filme que, para mim, está ali claramente para homenagear atores BONS mas que sempre foram ignorados. Agora que estão em idade muito avançada, tentam arrumar a cagada.]

      E sim, é um show. Tanto que como explicamos, tem membros da indústria decidindo quem vai ou não entrar. Isso tudo é sobre dinheiro, mas … temos que reconhecer para a cultura pop a importância deste tipo de premiação. Querendo ou não, mexe com as pessoas que são, assim como eu, aficcionados pelo cinema.

      Mas não concordo, como disse no cast, com eles várias e várias vezes. Gosto dos filmes, gosto da festa, mas no geral, tem muito interesse ali aonde se ganha (como tratar temas “certeiros” como patriotismo.

      Mas entendo seu lado, maninho, é isso aí!

      Abs!

      • Poxa…. Nós não temos culpa da premiação do Oscar, em teoria, ser somente para obras de arte….

        Mas vamos ser sinceros…. Hoje em dia, que filme de comédia pode ser considerado uma obra de arte?? Os filmes do Chaplin em sua grande maioria, pra mim, até hoje são fantásticos…. mas hj não sai mais nada de comédia com qualidade o suficiente para ser considerada uma obra de arte… em alguns casos da vergonha de chama-las de arte….

  • Randal Bergamasco

    Que ótimo trabalho, galera! Gosto da opiniões de vocês sobre cinema, que pensam como o público médio, e não como aqueles cinéfilo que assistem aquelas produções que eles gostam! Concordei com praticamente tudo que vocês disseram. Aliás, Juliano, certamente passarei longe de “Os Miseráveis”. Assisti 4 dos indicados a melhor filme (As aventuras de Pi, Django Livre, Lincoln e Argo). Confesso que achei os indicados tão ruins que não estou muito animado em assistir o restante. Como vocês disseram, os indicados são aqueles filmes QUE ELES gostam, e não O PÚBLICO. Bem, vamos a algumas de minhas opiniões:

    Melhor ator:
    Quem eu acho que deveria ganhar e quem eu acho que vai ganhar: Daniel Day-Lewis. O filme é uma grande porcaria, mas o cara DETONOU como Lincoln.

    Melhor atriz:
    Quem eu acho que deveria ganhar: Jennifer Lawrence. Gosto dessa atriz, acho ela uma grande promessa.
    Quem eu acho que vai ganhar: Emmanuellle Riva. A Academia sempre gostou de preimiar atores mais velhos e de produções de grandes cargas dramáticas.

    Melhor ator coadjuvante:
    Quem eu acho que deveria ganhar: Christoph Waltz . O cara já me ganhou nos 20 minutos iniciais de “Django Livre”. Sensacional!
    Quem eu acho que vai ganhar: Tommy Lee Jones. Também foi muito bem em Lincoln, mas peguei um ódio mortal desse maldito filme.

    Melhor diretor:
    Quem eu acho que deveria ganhar: Ang Lee. Detonou em todo o conjunto de “As Aventuras de Pi”.
    Quem eu acho que vai ganhar: Steven Spielberg. Por puro patriotismo.

    Melhor roteiro adaptado:
    Quem eu acho que deveria ganhar: David Magee (As Aventuras de Pi). Só achei ridículo o título do filme em português.
    Quem eu acho que vai ganhar: Tony Kushner (Lincoln). Por puro patriotismo.

    Melhor longa animado:
    Quem eu acho que deveria ganhar: Detona Ralph.
    Quem eu acho que vai ganhar: Valente.
    P.S. – Não assisti NENHUM do indicados. Assim, não tenho propriedade alguma pra falar sobre o assunto.

    Melhor filme:
    Quem eu acho que deveria ganhar: As aventura de Pi. Aliás, o filme é o grande azarão da premiação. Acho que a chance de ganhar como melhor filme é quase nula, é um gênero de filme que nunca agradou aos membros academia. Mas na minha opinião, um dos melhores e mais belos filmes de 2012. Me surpreendeu muito.
    Quem eu acho que vai ganhar: Infelizmente, Lincoln. Aguentei assistir apenas uma hora de filme e minha noiva conseguiu chegar até o fim. Ela me xinga até agora por ter colocado ela pra assistir esse filme! Maçante, insuportável, desinteressante. Na temática “escravidão”, Django Livre foi muito melhor. Mas não adianta, o filme tem cara de premiado. Foi uma das minhas maiores decepçoes do ano, pois sou fã declarado de Spielberg.

    • jg_lopes

      Faaaaaaaaaaaaaaaaaaaala Randal, então vamos lá que eu
      me empolgo com isso! Valeu, embora como você saiba cinema seja meu
      assunto preferido, eu prefiro uma visão mais desapegada, não tão técnica. Vejo
      algumas resenhas que as pessoas se perdem em qual lente foi usada, ou porque o
      ângulo da cena estragou a fotografia da mesma. Também coloco tudo isto em
      reparo, mas procuro não esquecer que alguém decidiu nos contar uma estória, e
      tento me conectar a ela sem me perder. Mas são visões, e falando em visões, é
      bom que sejam diferentes, senão a coisa pode ficar muito igual, e não temos
      discussões, certo?

      Dos Miseráveis, eu sabia! Foi só para mandar o
      recado, hahaha. E sim, exatamente, o negócio é o que a academia (e aí temos
      representantes da indústria decidindo, principalmente) e não o público, embora
      ele tenha após isso, com críticos, uma parte disto, mas não tão grande. Vamos
      ao embate então:

      Melhor ator:

      Como falei, preferia que não fosse ele e sim o Hugh
      Jackman, mas concordo, ele incorporou o Lincoln, e não bastasse, temos aí a
      temática patriótica já famosa no contexto, e o fato de que Lincoln é nada menos
      que um herói para os norte-americanos, ponto. Gosto muito inclusive do Daniel
      Day-Lewis, e acho que ele vai acabar ganhando aqui. O Hugh é porque ele me
      surpreendeu mesmo.

      Melhor atriz:

      Infelizmente, penso igual em relação à Emmanuelle Riva. E
      não estou desmerecendo ela, só acho covarde da parte da academia redirecionar o
      prêmio com ela, talvez com medo de ter que dar um Oscar honorário depois que
      ela se for. Também gosto da Jennifer, mas acho difícil.

      Melhor ator coadjuvante:

      Concordo, mas ambos sabemos que o Christoph não vai. Nesta
      categoria eu tenho MUITA esperança no De Niro, mas concordo, como falei no
      cast, que o Tommy Lee Jones tem a melhor chance aqui (e em qualquer lugar que o
      Lincoln aparecer).

      Melhor Diretor:

      Até pelos que estão ali, concordo. Preferia o Ang Lee, e
      olha que sou louco pelo tio Spielberg.

      Melhor roteiro adaptado:

      Argo aqui vem fazendo uma corrida por fora, ganhando muita
      coisa, e Aventuras de Pi é uma zebra (sem trocadilhos!!) nesta categoria que eu
      gostaria de ver ganhar, muito. Mas como Lincoln está aqui …

      Melhor longa animado:

      Concordo totalmente, mas Valente vendeu e entregou algo. O
      problema da estratégia de Detona Ralph foi vender uma volta a nostalgia dos
      fliperamas, quando o correto era um filme para crianças, com um universo
      próprio dentro do universo do filme, mas com muitas e muitas referências aos
      pais e gamers. O filme para mim é impecável, mas deviam ter sido mais honestos,
      isto pode derrubar eles.

      Melhor filme:

      Como fã de Spielberg, entendo a temática do filme, mas
      ficarei muito decepcionado se Lincoln ganhar. Quem eu queria que ganhasse? Pelo
      nível de adaptação, pela fotografia, som, figurino, etc., e principalmente por
      NÃO se fiar em efeitos especiais e nos lembrar que o cinema pode ser grandioso,
      e pela dificuldade que é um filme desse chegar ao indicativo de melhor filme,
      queria que “Os Miseráveis” ganhasse. A paixão dos atores (como Hugh Jackman e
      Anne Hathaway), e o modo como o diretor transportou isto em tela, conseguindo
      capturar a emoção dos atores enquanto interpretavam, sério isso me emocionou
      demais. Inclusive se a Sally Field (Lincoln) ganhar de atriz coadjuvante em
      cima da Anne Hathaway, será para mim a decepção do ano, mais até do que Melhor
      Filme.

      Mas, é aguardar prá ver, porque convenhamos, As Aventuras de
      Pi está no páreo (como eu disse anteriormente), Argo vem correndo por fora e
      …. temos Lincoln, patriótico que até dói. Infelizmente, a academia likes it.

      Aguardemos e oremos, hahahahaha.

      Abs!

    • Valeu Randal pelas palavras, o Senhor estava sumido….

      Mas vamos imaginar o seguinte cenário…. imagina se os escolhidos fossem os filmes que o povo gosta, e não o que o pessoal do cinema gosta??? É bem provavel que teriamos filmes como Opúsculo concorrendo ao Oscar, na boa não da pra ter muita confiança no público….kkkkk
      Além do mais, pra isso tem o People Choice Awards, que é o publico quem decide quem deve ganhar, ta bom que já é em cima de uma lista pré selecionada, mas a escolha é do publico…

      Depois da exibição do Oscar vemos quem acertou mais, ai o perdedor paga a cerveja na proxima….

      Grande abraço.

  • Olá Galera ,bom Episódio. Eu ñ curto muito o oscar,Já vi muita Injustiça Nele (Injustiça Claro,na Minha Opinião)
    Eu To torcendo pra Detona Ralph também e pra Django Livre ( São os 2 que assiti)
    Agora Miseráveis parece ter potencial!
    Abraços!

    • jg_lopes

      Faaaaaaaaaaaala Armando, blz?

      Sim, até pelo fato de que nós que gostamos de cinema esquecemos por vezes que a gente pensa mais focado na emoção, naquele filme que tivemos mais empatia e tal, a academia já enxerga mais o que ela julga arte, e que essa arte muitas vezes representa mais o sentido de lucro ou o sentido de algo (patriotismo por exemplo) do que o enredo em si.

      Torço pelos 2 que você citou também, mas vejo pouca chances para eles (ou quase nenhuma), infelizmente, mas seriam surpresas interessantes, e porque não, arroubos de mudanças no Oscar.

      Os Miseráveis tem potencial demais, agora resta saber se com tantos filmes invocando o patriotismo de uma nação que se orgulha de tal vai ter chance. É torcer, hehe.

      Abs!

      • Sim e vcs falaram tanto dos Miseráveis que vou assitir ele no Cinema sexta…

        • jg_lopes

          Faz bem Armando! Depois nos conte como foi!